GUIA DE LEITURA

Se você me perguntasse quais textos ler, eu diria para CLICAR AQUI e achar uns 20 e poucos que eu classifiquei como os melhores. Mas vão alguns de que eu particularmente gosto (e que fizeram algum sucesso):

Caritas et scientia
(as saudades da minha escola)
A-Ventura de Novembro
(o retrato de um coração partido)
Vigília
(os sonhos nos enganam...)
Sairei para a boate e encontrarei o amor da minha vida
(ou "elucubrações esperançosas")
(a afeição por desconhecidos)
A tentação de Mãe Valéria
(trago a pessoa amada em três dias)
A nostalgia do que não tive
(a nostalgia do que não tive)

segunda-feira, 18 de setembro de 2006

10 mudanças que o Orkut provocou na minha vida.

Ele realmente mudou minha vida.
Entrei no Orkut no final de julho de 2004 e logo me deparei com aquela mensagem profética, embora eu não tenha dado me conta disso na hora:

Orkut é uma comunidade online que conecta pessoas através de uma rede de amigos confiáveis.
Proporcionamos um ponto de encontro online com um ambiente de confraternização, onde é possível fazer novos amigos e conhecer pessoas que têm os mesmos interesses.
Participe do Orkut para ampliar o diâmetro do seu círculo social.

Passados mais de dois anos desde a primeira vez que dei de cara com o azulzinho do qual desde então sou frequentador assíduo, farei um balanço das mudanças na minha vida que ele me proporcionou.

1. Descobri que não sou o único a gostar de certas coisas e a ter certos hábitos dos mais banais possíveis que antes eu considerava bizarros e "extremissimamente" raros entre a população. Não sei se isso me consolou quanto às minhas loucuras e manias, mas que me fez rir muitas vezes, fez. Aliás, para isso até criaram a comunidade: "sou normal, descobri no Orkut".

2. Virou a primeira coisa que eu acesso tão logo entro na internet. Não é a página inicial, porque a tenho em branco, mas é sempre o primeiro site que eu abro.

3. Percebi ainda mais o carinho e a consideração que algumas pessoas nutrem por mim, através, é claro, dos testimoniais, e também pude demonstrar o mesmo em relação a elas.. Por mais que às vezes os depoimentos soem hipócritas e descaradamente posers, na maioria das vezes eles têm seu valor. É como dizer "eu te amo" para a sua esposa. Ela já sabe, mas nunca custa reforçar.

4. No Orkut, encontrei gente da minha família, primos próximos, aos quais me aproximei mais e mais através da internet. Quem diria?

5. Vagando de profile em profiles, encontrei muitas pessoas do meu colégio com gostos muito parecidos e também afinidade, e de muitas dessas pessoas eu virei amigo mesmo. Quem diria... se não fosse o Orkut, continuaria naquele "Fulano? Só conheço de vista." De fato, o Orkut me permitiu e muito aumentar meu círculo social, de maneira que, uns 50% dos amigos que eu mais prezo hoje, eu conheci pelo Orkut.

6. Muitas comunidades me propiciaram discussões bastante inteligentes e enriquecedoras. O Orkut tem isso: é um imenso fórum de discussões. Pena que com sua extrema popularização ele venha perdendo esse caráter, haja vista que os fóruns estão lotados de publicidades vazias e exaustivas.

7. Fuxicar. Sem dúvida, o Orkut é prato cheio para quem gosta de dar uma olhadinha na vida e nos contatos do próximo. Seria hipócrita em dizer que eu não faço isso, mas esse lado paparazzi do Orkut, para mim, não é uma doença.

8. Apresentar pessoas pelo Orkut é bastante prático. Quando você está falando de alguém para algum outro amigo que não conhece essa pessoa, nada melhor do que enviar enviar o profile do indivíduo referido. O kit já vem completo: interesses, auto-descrição e fotos. Sim, fotos!

9. Fotos! É mesmo! Talvez uma das grandes graças do Orkut seja o álbum fotográfico. Quem não gosta de ver álbuns de fotos? (Todos digam que sim, vai!) Virtualmente, o Orkut dá conta desse recado.

10. Reencontrar velhos amigos/conhecidos também foi uma excelente experiência que meu caro azulzinho me proporcionou. Retomei contato com várias pessoas com quem tinha estudado durante a pré-escola (há mais de uma década), e com outros que já saíram da minha escola atual. Sem dúvida alguma, esse foi o lance mais legal do Orkut, pois me permitiu (re)conhecer minha atual namorada e, por meio dela, dezenas de outras pessoas muito legais. Vale lembrar que ela havia estudado comigo há 10 anos atrás e, depois de reencontrá-la no Orkut num lance meio inusitado (digamos que rolou de primeira uma forte simpatia - os franceses diriam um coup en foudre -, já que, nos idos 1996, eu já tinha uma quedinha de criança por ela), começamos a conversar bastante e... deu no que deu!


É por essas e por outras que eu digo, sem titubear, que o Orkut mudou minha vida. E completamente pra melhor. A tal profecia da página inicial concretizou-se, enfim.


Trago à mesa outra questão: a Internet e seus serviços afastam as pessoas?
Não quero deixar a pergunta no ar e, portanto, darei minha singela opinião. Como diriam os Mamonas Assassinas, a Internet é uma faca de dois legumes.
Há quem usa a Internet e nela se fecha em um mundinho particular, virtual, de solidão, isolando-se do mundo e d"a tanta vida lá fora" (citando Pais e Filhos de Renato Russo), como também há quem sabe usar a Internet para conhecer novas pessoas, fazer novos amigos, conhecer novas maneiras de pensar, entre outros, e consegue trazer essas conquistas "virtuais" para a vida real, realíssima, de carne e osso, cara a cara, olho a olho e etc.

Make it worth =)

Felipe Drummond

(Ouvindo: Franz Ferdinand- Jacqueline)


PS2: Próximo post será coisa séria, eu espero.

15 comentários:

julia disse...

Oi pénho..uahuah orkut realmente uma coisa otima...sou outra pessoa dps do orkut...melhor coisa foi vc =)
Te amo mt ;* Adorei o post....otimo tema....seu blog eh legal pq tem temas de varios tipos =P

Bjao

Mitidieri disse...

Acho que muitas dessas também me contaminaram! Menos a da família, já que nunca achei ninguem estranho da familia via internet
hahahaha

ah eh: vc fala que demonstra sua amizade pelos testemonials; e eu não tenho um, então assumo que não somos amigos
aqui é o fim da nossa relação auehauhuehae

grande abraço

Rodrigo disse...

Concordo cara.. é só ver que você e marcello eu conheci por orkut né... ou você por orkut e ele por intermédio seu, sei lá, tanto faz. e a gente se tornou super amigo.

no entanto, a porcalhada do que vem sendo feito o orkut por seus usuários nos últimos meses me fez recalcular o custo/benefício e por isso eu deletei a minha conta lá. provavelmente pra nunca mais voltar como eu mesmo. É uma pena.

Sâmea disse...

Vi seu coment no blog da Cata e vim dar uma 'bizoiada' no seu blog. Taí, gostei desse post sobre o orkut.

;)

anna disse...

adorei o post =) tb já encontrei gente que estudou comigo no CA no orkut, e era meu meio de comunicação constante com a familia no Canadá! =)) to precisando voltar... =)
bjoos

Caronte disse...

Orkut é coisa do capeta.

E tenho dito.

Mas, no final das contas, mesmo que não ajude, só atrapalha quem dá mole.

Abrção.

Paulinha disse...

Mto bom, Drummond. Ja estou eu aqui fuxicando de novo. Concordo com tudo, inclusive com a parte dos amigos. Conheci muita gente e mantive contato. E não largo mais hje isso, passo até tempo demais aqui, tempo que nem deveria =x
bjaoo

Catarina Chagas disse...

Eu também AMO o Orkut. Encontrei pessoas, discuti coisas, peguei dicas incríveis e fuxiquei muito a vida alheia! Que venham mais dois anos.

Catarina Chagas disse...

Ah, esqueci: o link já está lá no blog! Demorou, mas chegou!

Alvaro disse...

Confesso: o orkut é minha página inicial e eu fuço o tempo todo mesmo!

Hahahahaha!

=P

Sério agora? Muita gente usa a internet de maneira errada por ser tentador fazê-lo. É mais seguro satisfazer a barrinha de social (=P) sem realmente se envolver com as pessoas do que sair lá fora e se arriscar a viver de verdade.

dicelio disse...

eai, felipe!
maneiro o blog, dei uma passada e achei bem legal os textos!
abraços!

Marco Túlio disse...

excelentes observações que vem fazendo no blog, Drummond!

eu penso que, às vezes, soa muito hipócrita aquele scrap ou testimonial que uma pessoa lhe envia, cuja sinceridade é, de certa forma, duvidosa, numa comunicação "cara a cara".

eu, pessoalmente, prefiro trocar uma idéia "ao vivo", pq é dessa forma que vc descobre o verdadeiro caráter da pessoa, mas não nego o valor da internet na hora de procurar pessoas com mesmos interesses, tanto que se não fosse pelo orkut, o White Haze não teria um tecladista, eu imagino.

Anônimo disse...

o orkut tb mudou a minha vida, encontrei amigos e parentes que não tinha notícias já fazia algum tempo e eu acho que a internet não afasta as pessoas, une milhares de pessoas com interesses em comum ou não.. :)

Marcelo Cosentino disse...

O orkut é revolucionário! Ele mudou o tipo de relação que as pessoas têm entre si. O orkut é um programa que, bem ou mal, expõe seus usuário ao máximo, dando detalhes da vida íntima de cada um sem maiores problemas. Daqui pra frente os sociólogos dizem que só resta as pessoas tornarem-se mentirosas na internet, ou elas se desligarem um pouco mais de algumas coisas da vida como vexames, inseguranças e maluquices percebendo que, como diz a campanha só que pra outros fins, SER DIFERENTE É NORMAL! =]

abraço

tata disse...

gentee
a pior coisa do orkut são aqlas pessoas fubangas
que adoram escrever assim nas frases
"me odeia mas me imita", "sua inveja faz minha fama"
pessoas que se acham o tal
ngm merece:P