GUIA DE LEITURA

Se você me perguntasse quais textos ler, eu diria para CLICAR AQUI e achar uns 20 e poucos que eu classifiquei como os melhores. Mas vão alguns de que eu particularmente gosto (e que fizeram algum sucesso):

Caritas et scientia
(as saudades da minha escola)
A-Ventura de Novembro
(o retrato de um coração partido)
Vigília
(os sonhos nos enganam...)
Sairei para a boate e encontrarei o amor da minha vida
(ou "elucubrações esperançosas")
(a afeição por desconhecidos)
A tentação de Mãe Valéria
(trago a pessoa amada em três dias)
A nostalgia do que não tive
(a nostalgia do que não tive)

terça-feira, 24 de outubro de 2006

Dinheiro na mão é vendaval

Por que razão as pessoas costumam dar nomes especiais ao dinheiro? Há quem o chama de grana, trocado, bufunfa, cobre, tostão, ... Sem ele, estamos duros, quebrados ou até mesmo falidos. Com ele, temos bala na agulha (imagine!).

Mais engraçados ainda são os apelidinhos que as cédulas recebem. Abaixo, segue o nome de algumas, com fotos que tirei ontem, quando pus-me a clicar miudezas que via pela frente.

Ah, e claro... não venham me dizer que eu sou um porco capitalista ou que a ganância é minha parceira pessoal, porque não é verdade.


Cinqüentinha



Dez Mangos



Dôrreal



Por enquanto é só. Perdoem-me a superficialidade de hoje :-)

Felipe.

4 comentários:

Anônimo disse...

um galo, dez conto, dois merréis...:)

Julia disse...

ahauhauahua dôrreal foi otimo haahuahu
;* te amo

claudia disse...

achei cinqüentinha na rua outro dia.... to esperando uma boa oportunidade de fazer uma boa ação com ele... bjs.

Natália disse...

Olá Felipe..

Gostie do seu blog.
Postagem sutil, divertida.

Abraços

Obs.: Adepta do "Doreal"...rs!